RT Clarion - шаблон joomla Форекс
Domingo, Dezembro 17, 2017

Pacajá é contemplado com títulos urbanos e georrefereciamento de propriedades rurais

O fim de semana foi de festa para os moradores das Vilas Nazaré e Bom Jardim, no município paraense de Pacajá. As ações do projeto 198/2015 da Fundação Viver, Produzir e Preservar (FVPP) com apoio do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX) entregou 800 títulos urbanos de regularização de lotes urbanos daquela comunidade, além de possibilitar o georrefereciamento de propriedades rurais.

 

Os eventos de entrega aconteceram nos dias 16 e 17/09/2017 e reuniu mais de 800 pessoas, dentre elas secretários municipais; vereadores; prefeito de Pacajá, Chico Tozetti; representante da coordenação geral do PDRSX, João Batista Uchôa Pereira; Dourival Lima do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Pacajá; dentre outros.

O projeto é pioneiro e tem mudado o mapa fundiário da Região da Transamazônica e Xingu, e redesenhado o perfil de centenas de pequenos produtores, e moradores de vilas que compõem os municípios dessa parte do estado do Pará. Após décadas vivendo em áreas que nunca foram regularizadas, essas famílias podem finalmente chamar o local onde vivem de casa própria, e ter o direito de vender seus imóveis, ou conseguir um financiamento.

Na iniciativa, são contempladas as cidades de Pacajá, Uruará, Medicilândia, Brasil Novo, Placas, Senador José Porfírio, Vitória do Xingu, Porto de Moz, além das comunidades de Castelo de Sonhos (Altamira).

A intenção é regularizar as ocupações legítimas, com prioridade aos pequenos produtores e às comunidades locais.

 

Ascom FVPP