RT Clarion - шаблон joomla Форекс
Segunda, Novembro 20, 2017

Reordenamento fundiário beneficia moradores das Vilas Grande Esperança e Carlos Pena Filho

No dia 8 de outubro, moradores das Vilas Grande Esperança e Carlos Pena Filho, localizadas no município de Brasil Novo, sudoeste do Pará receberam títulos rurais e urbanos, georreferenciamento e Licença Ambiental Rural.

A ação que reuniu 800 pessoas faz parte do projeto 198/2015 da Fundação Viver, Produzir e Preservar (FVPP) com apoio do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX) entregou 377 títulos para aquela comunidade, além de possibilitar o georrefereciamento de propriedades rurais.

 

Dentre várias autoridades, participaram da entrega dos documentos o prefeito de Brasil Novo, Alexandre Lunelli e o representante da coordenação geral do PDRSX, João Batista Uchôa Pereira.

“Ter o título significa documentação regularizada, possibilidade de financiar a casa própria, evitar conflito, melhor organização geográfica da comunidade. Em fim, mais segurança patrimonial e mais segurança para futuros investimentos”, destacou João Batista.

O projeto é pioneiro e tem mudado o mapa fundiário da Região da Transamazônica e Xingu, e redesenhado o perfil de centenas de pequenos produtores, e moradores de vilas que compõem os municípios dessa parte do estado do Pará. Após décadas vivendo em áreas que nunca foram regularizadas, essas famílias podem finalmente chamar o local onde vivem de casa própria, e ter o direito de vender seus imóveis, ou conseguir um financiamento.

A intenção é regularizar as ocupações legítimas, com prioridade aos pequenos produtores e às comunidades locais.

“Bom de mais esse projeto. São ações que contribuem para um maior fortalecimento da sociedade”, destacou o Técnico em Agropecuária Ailton Frazão.

 

Ascom FVPP