RT Clarion - шаблон joomla Форекс
Segunda, Novembro 20, 2017

Padrinhos do bem garantem dia das crianças mais feliz em Altamira

O dia das crianças teve um gosto todo especial para o pequeno Gustavo Silva, de oito anos. O garoto que mora com a mãe em uma área de invasão, na rua Monte Sião, bairro Brasília, foi um dos beneficiados pela ação solidária coordenada pelo Movimento de Mulheres da Transamazônica e Xingu, e a Fundação Viver Produzir e Preservar – FVPP. Com apoio de padrinhos anônimos e comércio local, Gustavo ganhou uma bola, e saiu correndo de tanta alegria: “Eu vou brincar com meus amigos”, declarou o pequeno.

A ação começou a se desenhar há cerca de dois meses, quando o Movimento de Mulheres e a FVPP iniciaram a campanha solidária com apoio dos meios de comunicação, e das redes sociais. A busca por padrinhos deu tão certo, que dezenas de brinquedos foram arrecadados em poucos dias, bastava embrulhar, e esperar o dia das crianças. “Nós sabíamos que o convite seria aceito pelos altamirenses, mas não esperávamos que o apoio seria tão positivo, valeu muito à pena, e nós realmente agradecemos essas pessoas que doaram sonhos em forma de brinquedos”, declarou Cláudia Medeiros, do Movimento de Mulheres.

 

Na tarde do dia 12, o grupo de voluntários saiu pelas ruas da cidade, e seguiu direto para as áreas mais carentes do município. Um dos locais escolhido foi a BR-230, onde ainda vivem dezenas de famílias em situação de vulnerabilidade. Com uma caminhonete lotada de brinquedos, os voluntários iam parando, e em poucos segundos uma fila se formava ao lado do veículo, pequenos ansiosos, esperando para receber um brinquedo. “Eu fico até emocionada de ver meu filho tão feliz, eu estou desempregada, e ele já sabia que não ia receber um presente, ver ele com esse carrinho nas mãos é uma felicidade que não tem tamanho”, contou a dona de casa Patrícia Corrêa.

 

Depois de entregar todos os brinquedos, Cláudia Medeiros diz que está motivada para continuar o projeto, e que agora o trabalho é conseguir padrinhos para um grande natal solidário: “Motivou a todos, nós fomos em vários pontos onde as crianças não tinham nada, eles pareciam estar nos esperando, foi emocionante ver a alegria deles, e a gratidão dos pais, deu mais vontade ainda de continuar com o projeto, e de agora em diante nós vamos nos preparar para fazer um natal mais feliz para essa criançada”, disse.

 

 

Ascom FVPP