RT Clarion - шаблон joomla Форекс
Terça, Maio 23, 2017

Apresentação

A Fundação Viver Produzir e Preservar, é uma organização sem fins lucrativos, situada na Região da Transamazônica, com sede no município de Altamira, Oeste do Estado do Pará; foi fundada em 1991 pela iniciativa das organizações camponesas, movimentos pastorais e populares urbanos e de educadores da Rodovia Transamazônica e do Rio Xingu, mas sua atuação enquanto movimento social organizado ocorre desde a primeira metade da década de 80 do século passado, após o abandono do projeto de colonização da região pelo governo federal. 
Sua atuação inicial contou com o apoio de movimentos pastorais das Comunidades Eclesiais de Bases da Igreja Católica, movimentos políticos e sociais que lutavam pela redemocratização do país, sendo que sua atuação social e política estavam em sintonia com os demais movimentos de organização social que eclodiam no Brasil e na América Latina.

Leia mais

Agricultores de Anapu continuam cobrando a retomada do Programa Luz Para Todos.

Os agricultores de Anapu continuam cobrando a retomada do Programa Luz Para Todos na comunidade Rio das Pedras, Travessão Flamingo Sul, Gleba Bacajá. Eles reuniram-se  com o representante da casa de governo, Avelino Ganzer, com os representantes da Celpa Equatorial, com o coordenador do Programa Luz Para Todos no Pará e com o chefe local do INCRA, Danilo Hoodson, todos buscam alternativas para que as ligações elétricas continuem na área rural. Já que foram interrompidas por interdito proibitório, requerido por um fazendeiro que está em uma área sub judice.

Leia mais...

Agricultores de Anapu Ocupam Sede do INCRA em Altamira.

 Agricultores do município de Anapu ocuparam a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária em Altamira na última terça feira (10/11). Os mais de 50 trabalhadores rurais da comunidade Rio das Pedras, lote 86 e 97 da gleba Bacajá, Travessão do Flamingo Sul, exigem a regularização fundiária da área, que está definida para reforma agrária. Os agricultores também cobram a retomada do Programa Luz Para Todos, as ligações foram interrompidas, ainda segundo os manifestantes, pelo impasse do INCRA que ainda não resolveu a situação de uma fazenda sub judice. O dono da propriedade entrou com interdito proibitório impedindo que mais de 100 famílias sejam beneficiadas com o programa do governo Federal.

Leia mais...

Projeto Beneficia 4.500 pessoas

Um número para se comemorar!
A equipe que executa o projeto de ações de Regularização Fundiária e Ambiental comemora o sucesso das edições dos mutirões que levaram aos municípios do eixo da Transamazônica e Xingu conhecimento e mostraram os caminhos para a legalidade das propriedades rurais.
No último mutirão, que foi realizado em Placas, cidade que concentra a maior produção leiteira da região comercializando mais de 250 mil litros de leite por mês, mais de 600 agricultores confirmaram presença.
O projeto é financiado pelo Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu e executado pela Fundação Viver Produzir e Preservar.

Leia mais...

A Caminhada que Clama por Melhorias na Agricultura Familiar.

A caminhada que percorre o oeste paraense tem um propósito: Pontuar demandas dos municípios e cobrar políticas públicas para os mais de 200 mil agricultores do Pará. Neste fim de semana, Altamira recebeu a caravana composta por militantes da Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Pará, pela CONTAG e por outros movimentos sociais ligados às causas rurais. A recepção calorosa foi feita na Casa Familiar Rural de Altamira pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, pelo Movimento de Mulheres e pela Fundação Viver Produzir e Preservar. Foi um momento para conhecer um pouco mais sobre a trajetória de todas as entidades que há décadas percorrem o Pará, todo o Brasil em busca de apoio, e para isso, levam na bagagem propostas sustentáveis.
Estiveram presentes ainda no encontro, representantes da Emater, do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia e da Embrapa.

Leia mais...